sábado, 30 de janeiro de 2016

Livros Clássicos: Tragédias Gregas

Estou começando uma nova série no blog, chamada Livros Clássicos, contendo pequenos e simplificados (ao máximo) guias sobre Literatura Clássica, com obras separadas por estilo, um resumo sobre o mesmo, principais autores e principais obras desses autores (com links para as edições disponíveis). O objetivo é incentivar a leitura das obras clássicas da Literatura Mundial, já que elas foram fundamentais para a construção, ao longo do tempo, da nossa sociedade ocidental e da cultura como a conhecemos. Neil Gaiman, por exemplo, na premiada HQ Sandman, inspirou alguns dos personagens nas tragédias gregas, que são o tema deste post.


Segundo o site Estudo Prático,

"chamamos de tragédia – do grego antigo –, uma forma de dramatização caracterizada por sua seriedade, dignidade e a presença da representação de deuses, do destino ou de contextos da sociedade. Derivada da poética e da tradição religiosa da Grécia Antiga, a tragédia possui raízes no ditirambos, que eram os cantos e danças realizados em homenagem e honra ao deus grego Dionísio – para os romanos, Baco -. As apresentações, dizia-se, foram criadas pelos sátiros, que eram seres meio podes que cercavam Dionísio em suas orgias. Isso deu origem ao nome, pois as palavras gregas τράγος e ᾠδή, que significam respectivamente bode e canto, originaram a palavra tragosoiodé – canções dos bodes. Daí a palavra tragédia foi derivada".

As tragédias gregas que sobreviveram até nossos dias são de autoria dos dramaturgos Ésquilo, Eurípedes e Sófocles, sendo Ésquilo o mais antigo deles. Um outro dramaturgo grego cujas obras sobreviveram é Aristófanes, autor de comédias.


Ésquilo (525 a.C. - 456 a.C.)


Segundo a Enciclopédia Mirador Internacional e Dicionária Oxford de Literatura Clássica (Jorge Zahar Editor), Aristóteles afirmou que Ésquilo foi o criador da tragédia grega. O autor escreveu mais de 90 tragédias, mas apenas 7 sobreviveram até nossos tempos.
"Entre as idéias fundamentais das tragédias de Ésquilo estão a da fatalidade, agindo através da vontade divina e da paixão humana; as taras hereditárias desencadeadas pelo pecado e as maldições que as acompanham; o ciúme dos deuses, provocado pela glória humana excessiva; a intervenção dos deuses em favor dos que lhes são devotados; e a inferioridade da força ante o espírito. Ésquilo reinterpretou os mitos gregos para sancionar a nova ordem social que surgia - a ordem da pólis, a cidade-estado grega, ou seja, a cidade enquanto expressão de uma cultura elaborada. Através de seus personagens, ele trata dos destinos coletivos, mas valoriza o indivíduo".

Principais Obras

  • Oréstia - trilogia composta por Agamêmnon, Coéforas e Eumênides (Comprar)

Todos foram publicados no Brasil pela Editora Zahar e estão disponíveis em versão física e em e-book (inclusive na Amazon BR).


Vídeo da Claire Scorzi comentando as obras de Ésquilo:


Sófocles (497 a.C. - 405 a.C.)



Segundo a Wikipedia,

"Sófocles foi um dos mais importantes escritores de tragédia ao lado de Ésquilo e Eurípedes, dentre aqueles cujo trabalho sobreviveu. Suas peças retratam personagens nobres e da realeza. Filho de um rico mercador, nasceu em Colono, perto de Atenas, na época do governo de Péricles, o apogeu da cultura helênica. Suas primeiras peças foram escritas depois que as de Ésquilo e antes que as de Eurípedes. De acordo com a Suda, uma enciclopédia do século X, Sófocles escreveu 123 peças durante sua vida, mas apenas sete sobreviveram em uma forma completa. Por quase 50 anos, Sófocles foi o mais celebrado dos dramaturgos nos concursos dramáticos da cidade-estado de Atenas, que aconteciam durante as festas religiosas Leneana e Dionísia. Sófocles competiu em cerca de 30 concursos, venceu 24 e, talvez, nunca ficou abaixo do segundo lugar; em comparação, Ésquilo venceu 14 concursos e foi derrotado por Sófocles várias vezes, enquanto Eurípides ganhou apenas quatro competições".

Principais Obras


  • A trilogia Tebana -  Édipo Rei, Édipo em Colono e Antígona (Comprar)




Todos foram publicados no Brasil pela Editora Zahar e estão disponíveis em versão física e em e-book (inclusive na Amazon BR).

Eurípedes (480 a.C. - 406 a.C.)


Segundo a Wikipedia,
"Eurípides foi um poeta trágico grego, do século V a.C., o mais jovem dos três grandes expoentes da tragédia grega clássica, que ressaltou em suas obras as agitações da alma humana e em especial a feminina. Tratou dos problemas triviais da sociedade ateniense de seu tempo, com o intuito de moderar o homem em suas ações, que se encontravam descontroladas e sem parâmetros, pois o que se firmava naquela sociedade era uma mudança de valores de tradições que atingiam diretamente no modo de pensar e agir dos homens gregos".
Principais Obras









Todos foram publicados no Brasil pela Editora Zahar e estão disponíveis em versão em e-book (inclusive na Amazon BR).

Existe uma edição caprichada, O melhor do teatro grego, compilando uma tragédia de cada um dos três autores (Prometeu acorrentadoÉdipo rei e Medeia), além da comédia As nuvens do autor Aristófanes, com comentários e em capa dura:



Além dele, há o livro que serve como guia para a leitura dessas obras, o Tragédias Gregas, de Pascal Thiercy, publicado pela L&PM Pocket:


Leia + clássicos!